No Couro

Não é de hoje que o couro é uma das matérias-primas mais utilizadas na indústria da Moda. Nossa mais antiga forma de cobrir, o couro ganhou status de produto de luxo com passar dos anos e viu sua estética ser expandida com o desenvolvimento de novos materiais e tecnologias. Contudo, por diversos períodos de tempo, esse material foi dedicado apenas a calçados e acessórios, vendo seu uso no vestuário existir de forma bastante pontual e nem sempre constante. Mas agora ele está de volta e invade passarelas e ruas em forma de roupas com estilos diversos.

De acordo com a Lei 4.888, de 1965,

“Art. 1º Fica proibido pôr à venda ou vender, sob o nome de couro, produtos que não sejam obtidos exclusivamente de pele animal.
Art. 2º Os produtos artificiais de imitação terão de ter sua natureza caracterizada para efeito de exposição e venda.
Art. 3º Fica também proibido o emprêgo da palavra couro, mesmo modificada com prefixos ou sufixos, para denominar produtos não enquadrados no art. 1º.”

e em 2013 o Centro das Indústrias de Curtume do Brasil pretende fazer uma ação para divulgar e conscientizar a indústria e a população das características e qualidades desse produto.

A verdade é que esta lei não apenas é bastante desconhecida, mas constantemente  infringida. Isso acontece, provavelmente, pela dificuldade em nomear os produtos que imitam couro mas que não o são de fato, como o que chamamos de “couro vegetal”, “couro ecológico” ou “couro sintético”. Pode até ser errado, ou mesmo ilegal, diga-se de passagem, mas a verdade é que uma lei como esta tem dois lados: de um ela é extremamente positiva, regula a produção e comercialização do produto; de outro, ela dá aos produtos sintéticos um caráter extremamente pejorativo.

Com o avanço das indústrias têxtil e química, uma imensidão de possibilidades e desdobramentos derivados do couro conquistaram cabideiros e prateleiras ao redor do mundo, viabilizando produtos que até então tinham um custo final muito elevado e mesmo suprindo necessidades relativas ao “‘couro legítimo”. Do já famoso Poliuretano, o PU, ao denim encerado, as finalizações com aparência de couro nem sempre são sinônimo de má qualidade e podem trazer ao consumidor um uso confortável e com grande apelo visual.

Seja como for, a verdade é que o couro vem influenciando cada vez mais a indumentária de homens e mulheres. É só pensar em alguns anos atrás, quando aquela calça de couro justa era sinônimo de cafonice e parecia ultrapassada. Hoje, esse material faz par com tecidos leves e pesados, aparece no inverno e no verão e cria produções que vão da casual à festiva.

Pensando nisso tudo, o Estilo Exclusivo faz uma curadoria de marcas e peças bacanas, como a C MINDOV, da Camila Mindov:

“A C MINDOV trabalha com couro mestiço, que é o couro mais nobre que existe para vestuário. O mestiço é um couro de ovelha, e não de cabra, como a pelica. Essa ovelha é criada somente no nordeste, pois aqui ela morreria de frio, pois ela não tem pelo. É bem diferente do tipo de ovelha que temos aqui no Sul, e da imagem que temos de ovelha, aquela com super pelo/lã.
Nós trabalhamos com estampa em couro, também. Nessa coleção temos em animal print. Essa estampa é tipo um ‘adesivo’, e não pintura… Este método é bacana porque dá para fazer com texturas também, como o python, e ele não descasca e nem perde a maciez do couro.”
Jaqueta Perfecto - C MINDOVJaqueta Soft Rock - C MINDOV
Vestido GalaSaia Folk Fringe - C MINDOV
tudo C MINDOV
+ Mais aqui.
À diferença de muitos outros materiais, o couro permite inúmeros acabamentos e aplicações e prevê seu uso ao longo do ano todo; são as cores, texturas e modelagens que o reciclam estação após estação e fazem desse clássico também uma coqueluche.
No entanto, é agora no inverno que o couro se mostra mais útil: protege do frio, vento e umidade e finaliza produções dia e noite.
Camisa CountrySaia Gloss - Kímika
Então corram pro Estilo Exclusivo pra conferir as peças superbacanas que selecionamos!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s